Estamos trabalhando em um novo site para Porto Alegre. Visite o projeto alfa e ajude-nos com seu feedback.
Prefeitura de Porto Alegre
Lupa
A- A+ A- A+    A A A A    ?
voltar ao topo ^

Atrações na Usina do Gasômetro lembram o Dia da Dança

20/04/2017 10:53:18

Foto: Natália Utz/Divulgação PMPA
Evento terá apresentações e performances de quinta a sábado

Evento terá apresentações e performances de quinta a sábado

A Prefeitura de Porto Alegre, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, programou o evento "Cooperações em Movimento" para festejar o Dia Internacional da Dança, que será comemorado no sábado, 29. A iniciativa contará com apresentações e performances a partir desta quinta-feira, 20, e segue até sábado, na sala 209 da Usina do Gasômetro (av. Presidente João Goulart, 551), no Centro Histórico.
 
Reflexão - Criado pelo Comitê Internacional de Dança da Unesco, a data homenageia o nascimento do bailarino, professor e ensaísta francês Jean-Georges Noverre (1727 – 1810). Para além da homenagem, a data propõe aos artistas contemporâneos uma profunda reflexão sobre o fazer artístico, valorizando a sua diversidade, realçando as suas especificidades, e reafirmando o entrelaçamento de suas linguagens.
 
Programação
 
Quinta-feira, 27, espetáculo IN/compatível? da Eduardo Severino Cia de Dança com Luciano Tavares, Viviane Gawazee, Andrew Tassinari e Eduardo Severino, sala 209, às 20h – preço único R$ 15. 
 
Sexta-feira, 28, Luciana Paludo convida com O corpo é. Luciana Paludo, Eduardo Severino e os músicos Leo Dias e João Maldonado na sala 209, às 20h, ingressos -R$ 20 e R$ 10 (classe artística, idosos e estudantes).
 
Sábado, 29, atividades das 10h às 17h30. Entrada franca.
 
10h às 11h30, oficina com Jair Felipe Umann e Andrea Spolaor. 
Sobre a oficina: aula compartilhada entre Andrea Spolaor e Jair Umann, com base em dança contemporânea e popular.
 
12h15 – Mostra Cooperações em Movimento
 
Ana Medeiros na praça Julio Mesquita, em frente à Usina, com música ao vivo de Duda Cunha com:
Tutu
Concepção coreográfica: Ana Medeiros 
Trilha: Duda Cunha
Dançarina: Ana Medeiros
Figurino: Margarida Silva Rache e Vanessa Berg-Estúdio Híbrido
Foto: Jorge Eduardo Diehl
 
Ações na Mostra
 
Andrew Tassinari 
Alunos do curso de graduação em dança: licenciatura da Uergs, unidade em Montenegro 
Ânima Cia de Dança/solo de Hip Hop de Flowjack Uantpi 
Tatiana da Rosa 
Dança do Ventre - Coreografia Leylat Hob, de Fernanda Mansur, com Amelize Mattos, Bruna Verri, Fernanda Mansur, Kelly Ynoue, Silvana Ferrareli, Victória Quartieri
Dança Indiana Bollywood - Coreografia Dhoom Taana, de Amelize Mattos, com Amelize Mattos, Fernanda Mansur, Kelly Ynoue
 
14h30 às 15h30, oficina de Afro Contemporâneo, com Roberta Campos e participação do músico Duda Cunha. Dançar e conscientizar corpo em movimento, com referência nas matrizes africanas do Brasil. Estudar o ritmo no corpo e o corpo no ritmo dos tambores.
 
15h30 às 17h30, oficina com Carla Vendramin - Diversos Corpos Dançantes - no térreo da Usina.
Após, Jam Session itinerante até a escadaria do Teatro de Arena, na Borges de Medeiros.
 
Sobre os espetáculos
 
IN/compatível? - Teve estreia no ano de 2005, primeiro ano de projeto Usina das Artes. Em 2016, foi remontado. O trabalho retrata de maneira bem humorada a robotização da união entre quatro personagens através de uma linguagem contemporânea. Os personagens se entrelaçam em seus sentimentos. Em cena, os intérpretes negociam seus sentimentos atrás de uma escrivaninha que também é cama, que também é chão. Os seres negociadores do amor trajam um figurino pop que sugere um mundo mecanicista com relações vazias e distantes, onde os corpos ficam evidenciados no intuito de questionar o culto ao corpo existente na sociedade, o mecanicismo das relações e a robotização dos comportamentos cotidianos. A abundância de imagens e sensações sugeridas pelo cotidiano e a aridez e artificialidade nas relações humanas foi o ponto de partida para a pesquisa coreográfica e para a remontagem/recriação dessa obra. 
 
O corpo é - O espetáculo estreou em 2016, na quarta edição do Projeto Luciana Paludo convida - Projeto contemplado com o Prêmio Açorianos de Dança, na categoria Formação e Difusão em Dança, em 2016. A inspiração é a matéria bruta, que é o corpo. O trabalho para tornar o corpo sensível - para que essa ‘matéria’ resulte em possibilidades, de modo que possa formar uma obra em dança. Os artistas têm carreira consolidada como intérpretes e criadores. Em comum, o trabalho diário para manutenção do que julgam necessário para ser-estar em suas danças; também o trabalho em cooperação com outros artistas. Para além do gosto de estabelecer trocas e parcerias para a criação, acreditam que o trabalho colaborativo seja uma das estratégias de sobrevivência na arte. Leonardo Dias assina trilha sonora original, a partir de um poema homônimo de Luciana Paludo [O corpo é]. O espetáculo também conta com a colaboração de João Maldonado para compor, em cena junto com Leonardo.
 
 

Texto de: Cleber Saydelles
Edição de: Paulo Cesar Pinheiro Flores dos Santos
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

                        
Facebook PMPA Flickr da Prefeitura RSS da Prefeitura Twitter da Prefeitura

Prefeitura Municipal de Porto Alegre - Praça Montevidéo, 10 - Rio Grande do Sul - Brasil - CEP 90010-170