Estamos trabalhando em um novo portal para Porto Alegre. Visite o novo portal e ajude-nos com seu feedback.
Prefeitura de Porto Alegre
Lupa
A- A+ A- A+    A A A A    ?
voltar ao topo ^

Saúde reitera orientações sobre vacina contra febre amarela

11/01/2018 14:35:30

Foto: Cristine Rochol/PMPA
Devem ser imunizados os residentes na faixa litorânea do Estado

Devem ser imunizados os residentes na faixa litorânea do Estado

Nesta quinta-feira, 11, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) anunciou ampliação da vacinação conta febre amarela para o litoral gaúcho. A medida faz com que todo o Rio Grande do Sul passe a ser considerado área recomendada para a imunização. A ampliação não significa que as pessoas que viajam para o litoral gaúcho devem ser imunizadas, e sim, que os residentes na faixa litorânea do Estado agora passam a compor o grupo de pessoas que devem vacinar-se. A estratégia é preventiva e foi adotada em função do surto da doença que atinge estados do Sudeste e Nordeste, principalmente, cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Bahia.

Em Porto Alegre, o imunobiológico está disponível em todas as salas de vacina mantidas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Não há previsão de falta do imunobiológico, mas o maior volume de pessoas em um local pode ocasionar desabastecimento momentâneo. Não há necessidade de procura pela vacina com urgência para vacinação em massa.

Pessoas não imunizadas que têm viagem marcada para os locais com transmissão da doença devem fazer a imunização com pelo menos dez dias de antecedência em relação à data da viagem. No site da Anvisa http://portal.anvisa.gov.br/dicas-de-saude-para-viagem há informações sobre os países que exigem a vacina. O Certificado Internacional de vacinado não é exigido para viagens dentro do Brasil.

A vacina contra febre amarela integra o Calendário Nacional de Vacinação, deve ser administrada em dose única, preferencialmente aos 9 meses de idade, até os 59 anos, 11 meses e 29 dias. Quem já foi imunizado não precisa fazer dose de reforço. Gestantes, idosos e pessoas imunodeprimidas devem ter orientação médica para serem vacinadas, com atestado médico indicando ou contra indicando a vacina. O formulário de contra indicação pode ser acessado no site da Anvisa: http://www.anvisa.gov.br/hotsite/viajante/certificadodeisencao.pdf.

Números - Na campanha de 2009, Porto Alegre vacinou 495 mil pessoas. De 2010 a 2016 foram administradas 223 mil doses. Em 2017, 48,5 mil porto-alegrenses receberam a vacina (766,5 mil pessoas). 

Texto de: Patrícia Coelho
Edição de: Denise Righi
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

                        
Facebook PMPA Flickr da Prefeitura RSS da Prefeitura Twitter da Prefeitura

Prefeitura Municipal de Porto Alegre - Praça Montevidéo, 10 - Rio Grande do Sul - Brasil - CEP 90010-170