Estamos trabalhando em um novo portal para Porto Alegre. Visite o novo portal e ajude-nos com seu feedback.
Prefeitura de Porto Alegre
Lupa
A- A+ A- A+    A A A A    ?
voltar ao topo ^

Campanha pelo Dia dos Namorados faz quase 2,8 mil testes

14/06/2018 12:58:26

Foto: Cesar Lopes/ PMPA
Dois cupidos distribuíram preservativos e convidaram o público a fazer os exames

Dois cupidos distribuíram preservativos e convidaram o público a fazer os exames

Foto: Cesar Lopes/ PMPA
Em dois dias de ação no Largo Glênio Peres, foram atendidas 931 pessoas

Em dois dias de ação no Largo Glênio Peres, foram atendidas 931 pessoas

A ação que levou prevenção e diagnóstico de infecções sexualmente transmissíveis ao Centro Histórico da Capital terminou nesta quarta-feira, 13, com a realização de 2.793 testes rápidos, entre HIV, sífilis e hepatite C, na campanha Espalhe amor. Compartilhe cuidado., pelo Dia dos Namorados. Em dois dias de ação no Largo Glênio Peres, foram atendidas 931 pessoas, sendo tratados 85 casos de sífilis com a aplicação de penicilina. Das 9h às 17h, seis espaços de coleta de sangue e oito consultórios ficaram disponíveis à população, ao lado do Mercado Público, com profissionais de saúde que orientaram quanto a tratamento e prevenção. (fotos)
 
Para chamar a atenção das pessoas que circulavam no local, dois cupidos distribuíram preservativos e convidaram o público a fazer os exames, com resultados em apenas 30 minutos. A campanha de conscientização promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) destacou a importância dos testes rápidos para identificar a presença de infecções sexualmente transmissíveis e, em caso de contágio, dar início ao tratamento o mais cedo possível. Além disso, buscou chamar a atenção de pessoas entre 20 e 39 anos, faixa etária com maior incidência de HIV/Aids em Porto Alegre, enfatizando o uso de preservativo na relação sexual, já que usar camisinha ainda é o método mais seguro para evitar a transmissão. A ideia é reduzir as taxas das infecções na capital gaúcha. 

HIV e Aids –
Segundo boletins epidemiológicos publicados anualmente pelo Ministério da Saúde, o Rio Grande do Sul e Porto Alegre apresentam, há mais de uma década, as maiores taxas de incidência, prevalência e mortalidade por Aids do país. Com base no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), foram diagnosticados mais de 10.362 casos de pessoas com 13 anos ou mais, residentes de Porto Alegre, infectadas pelo vírus HIV (somando casos de HIV e de Aids), entre janeiro de 2013 e abril de 2018. A faixa etária mais acometida é dos 20 aos 39 anos, em indivíduos do sexo masculino (60,3% de todos os casos infectados pelo vírus HIV nos últimos cinco anos são do sexo masculino e 39,7% são do sexo feminino) e com escolaridade entre 5ª e 8ª série incompleta do ensino fundamental.

Os testes rápidos também são disponibilizados à população nas unidades de saúde de referência, incluindo pessoas em situação de rua. 



/saude

Texto de: Vanessa Conte
Edição de: Andrea Brasil
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

                        
Facebook PMPA Flickr da Prefeitura RSS da Prefeitura Twitter da Prefeitura

Prefeitura Municipal de Porto Alegre - Praça Montevidéo, 10 - Rio Grande do Sul - Brasil - CEP 90010-170