Estamos trabalhando em um novo portal para Porto Alegre. Visite o novo portal e ajude-nos com seu feedback.
Prefeitura de Porto Alegre
Lupa
A- A+ A- A+    A A A A    ?
voltar ao topo ^

Sessões especiais e comentadas em cartaz na Cinemateca

13/02/2019 08:44:57

Foto: Vitrine Filmes/SMC PMPA
Roma, que ganhou dez indicações ao Oscar, terá novas sessões

Roma, que ganhou dez indicações ao Oscar, terá novas sessões

A Cinemateca Capitólio Petrobras promove, nesta quinta-feira, 14, duas estreias, Estação do Diabo, a ópera rock do renomado diretor filipino Lav Diaz, e A Mata Negra, produção mais recente de Rodrigo Aragão, um dos principais nomes do cinema fantástico contemporâneo brasileiro. O valor do ingresso é R$ 16, com meia-entrada para estudantes e idosos.

Sessões Comentadas - Nesta segunda-feira, 18 de fevereiro, às 19h30, a Cinemateca Capitólio Petrobras realiza mais uma sessão comentada de Tinta Bruta, de Filipe Matzembacher e Márcio Reolon. Na terça-feira, 19,  às 20h, Clara Corleone e Juliana Costa, apresentadoras do programa de rádio Todas as Mulheres do Mundo, debatem a obra-prima erótica O Pecado Mora ao Lado, de Billy Wilder, na Cinemateca Capitólio Petrobras. Na quarta-feira, 20 de fevereiro, às 20h, Jorge Furtado debate seu primeiro longa de ficção, Houve Uma Vez Dois Verões. O valor dos ingressos para as sessões comentadas é R$ 10, com meia-entrada para estudantes e idosos. 

Sessões especiais de O Pecado Mora ao Lado e Houve Uma Vez Dois Verões fazem parte da mostra Quanto Mais Quente Melhor, que apresenta uma seleção de quinze filmes que transbordam calor, suor e desejo. Programação completa neste link

Sessões especiais de Roma - A pedido do público, a Cinemateca Capitólio Petrobras e a Vitrine Filmes apresentam nos dias 22 (20h) e 23 (18h) mais duas sessões de Roma, a obra-prima de Alfonso Cuarón, que ganhou dez indicações ao Oscar. O valor do ingresso é R$ 16, com meia-entrada para estudantes e idosos. Os ingressos serão vendidos exclusivamente aqui: dia 22 e dia 23.

Os filmes 

Estação do Diabo - (Ang Panahon ng Halimaw) - Um filme de Lav Diaz - 234 min., 2018, Filipinas, DCP
Distribuição: Zeta Filmes
No final dos anos 70, uma gangue de policiais controlada por militares aterroriza uma remota aldeia nas Filipinas. O terror infligido aos cidadãos não é apenas corporal, mas também altamente psicológico. As pessoas são constantemente alimentadas com histórias apócrifas sobre o líder da aldeia. Algumas almas lutam, recusando-se a desistir. O poeta, professor e ativista Hugo Haniway procura desesperadamente descobrir a verdade sobre o desaparecimento de sua esposa. Neste novo filme de Lav Diaz, narrativa e os personagens são uma combinação entre eventos reais e pessoas daquela época. Uma história de amor passada no período mais sombrio da história das Filipinas: a ditadura de Ferdinando Marcos. Uma ópera rock filipina com música e letras de Lav Diaz.

A Mata Negra - (Brasil, 2018, 98’, DCP) - Direção: Rodrigo Aragão - Distribuição: Elo Company
Numa floresta do interior do Brasil, uma garota vê sua vida e a de todos ao seu redor mudar terrivelmente quando encontra o Livro Perdido de Cipriano, cuja Magia Sombria, além de outorgar poder e riqueza a quem o possui, é capaz de libertar uma terrível maldição sobre a terra.

O Pecado Mora ao Lado
- (The Seven Year Itch) - Estados Unidos, 1955, 105 minutos, HD
Direção: Billy Wilder
Richard Sherman é um editor de livros que se sente "solteiro" quando a mulher e o filho viajam em férias. Ele começa a ficar cheio de ideias quando uma bela e sensual jovem, que é modelo e sonha ser atriz, torna-se a sua vizinha.

Houve Uma Vez Dois Verões
- Brasil, 2002, 90 minutos, 35mm - Direção: Jorge Furtado
Chico, adolescente em férias na "maior e pior praia do mundo", encontra Roza num fliperama e se apaixona. Transam na primeira noite, mas ela some. Ao lado de seu amigo Juca, Chico procura Roza pela praia, em vão. Só mais tarde, já de volta a Porto Alegre e às aulas de química orgânica, é que ele vai reencontrá-la. Chico quer conversar sobre "aquela noite", mas Roza conta que está grávida. Até o próximo verão, ela ainda vai entrar e sair muitas vezes da vida dele.

Tinta Bruta - Brasil, 2018, 118 minutos, DCP - Direção: Filipe Matzembacher e Márcio Reolon
Distribuição: Vitrine Filmes
Enquanto responde a um processo criminal, Pedro é forçado a lidar com a mudança da irmã para o outro lado do país. Sozinho no escuro do seu quarto, ele dança coberto de tinta neon, enquanto milhares de estranhos o assistem pela webcam.

Roma - Estados Unidos/México, 135 minutos, DCP - Direção: Alfonso Cuarón
Distribuição: Vitrine Filmes
Roma é o projeto mais pessoal do diretor e roteirista vencedor do Oscar Alfonso Cuarón (Gravidade, Filhos da Esperança, E Sua Mãe Também). A história retrata a vida de Cleo (Yalitza Aparicio), empregada doméstica de uma família de um bairro de classe média da Cidade do México chamado Roma. Em uma declaração de amor às mulheres que o criaram, Cuarón se inspira na própria infância para traçar um retrato vívido e comovente dos conflitos domésticos e da hierarquia social durante as turbulências políticas dos anos 70. Esse é o primeiro projeto de Cuarón desde o inovador Gravidade, em 2013.


/cinema

Texto de: Cleber Saydelles
Edição de: Andrea Brasil
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

                        
Facebook PMPA Flickr da Prefeitura RSS da Prefeitura Twitter da Prefeitura

Prefeitura Municipal de Porto Alegre - Praça Montevidéo, 10 - Rio Grande do Sul - Brasil - CEP 90010-170