PMPA/SMC / Prêmio Dramaturgia / Autores Premiados / 2008 / 2º colocado
23/07/2009

Marcos Vigani

Nasceu em Campinas, SP, em 27 de agosto de 1980. Formou-se em Artes Cênicas pelo Conservatório Carlos Gomes em Campinas, no ano de 2004.  Trabalhou como ator em A Via Sacra de Henry Geon, Sonho de uma noite de verão de William Shakespeare, O circulo de giz caucasiano de Bertolt Brecht, Viúva, porém honesta de Nelson Rodrigues entre outras. Como dramaturgo escreveu seu primeiro texto, Almas de vidro, em 2006 e, desde então, escreveu mais oito textos ainda inéditos e O homem que queria ser um Village People que ficou em cartaz em São Paulo, em 2008, encenado por seu próprio grupo, o Grupo Cão Sem Dono. Almas de vidro foi classificada em 2º lugar no 7º Concurso Nacional de Dramaturgia - Prêmio Carlos Carvalho. Atualmente integra o elenco do Grupo Gattu que tem estréia marcada de Dorotéia de Nelson Rodrigues para o segundo semestre de 2009.

2º lugar: Almas de vidro, de Marcos Vigani, é uma peça dividida em pequenos monólogos, que contam histórias de sobreviventes da segunda Guerra Mundial. Relatos de como era o dia a dia de um médico de origem judaica dentro de um campo de concentração, do trajeto realizado pelos prisioneiros nos trens de cargas, das atividades do Partido Nazista no Brasil, na década de 30, de como eram as câmaras de gás, da construção do Campo de concentração de Auschwitz, do dia em que o exército aliado libertou os prisioneiros dos campos e a readaptação desses sobreviventes à sociedade. A obra trasnporta quem a lê para dentro desse acontecimento mundial, com uma veracidade assustadora por sua riqueza de detalhes.




contatos

Prêmio Carlos Carvalho
Av. Erico Verissimo,
307 Cep 90160-181

(51) 3289.8062 
(51) 3289.8064
E-mail




 

Página desenvolvida pela PROCEMPA