Site de Porto Alegre 2014
Transparência na Copa

 
SECOPA - Secretaria Extraordinária da Copa de 2014
PMPA / SECOPA / Embaixadores da Copa

Cláudio André Mergen Taffarel (Goleiro Taffarel)

• Cláudio André Mergen Taffarel nasceu em Santa Rosa em 9 de maio de 1966 e é um ex-goleiro. Pertencente à uma família de descendentes de imigrantes italianos e alemães, passou a infância na cidade de Crissiumal. Defendeu a seleção brasileira rumo à vitória na Copa do Mundo de 1994, defendendo 1 pênalti na final contra a Itália. Taffarel jogou pelo Internacional (1984-90), Parma (1990-93 e 2001-03), Reggiana (1993-94), Atlético Mineiro (1995-98) e Galatasaray (1998-2001). Pela seleção brasileira, Taffarel tem o maior número de jogos de um goleiro da história, com 123 aparições, e 106 oficiais. Outro triunfo foi também ter jogado as edições das Copas de 90 a 98. Taffarel sofreu 15 gols nos 18 jogos em que defendeu o Brasil nas Copas do Mundo. Poucos goleiros da história foram tão decisivos quanto Taffarel. Grande pegador de pênaltis, tem como grande feito em seu currículo o êxito na final da Copa do Mundo de 1994, nos Estados Unidos, quando garantiu o tetracampeonato para a seleção brasileira. Da mesma forma, na competição seguinte, Taffarel defendeu duas cobranças na decisão por pênaltis da semifinal contra a Holanda. Na Europa, ainda é lembrado por ter parado o grande atacante francês Thierry Henry na final da Copa da UEFA do ano 2000. Taffarel era na época goleiro do Galatasaray e esse foi o primeiro título continental do clube turco, nesse mesmo ano ainda conquistou a Supercopa Européia pelo Galatasaray. O bordão “Sai que é sua Taffarel !”, foi criado pelo narrador e comentarista Galvão Bueno em sua "homenagem" ou como plano de fundo das vitórias de Taffarel. Hoje em dia esse bordão é usado aos atuais goleiros da Seleção Brasileira. Em janeiro de 2009 foi eleito pela IFFHS (Federação Internacional de História e Estatística do Futebol) o 10º melhor goleiro da história, em lista que relacionou os maiores nomes da posição desde 1987, superando outros grandes nomes da posição, como Dida, Marcos, Rogério Ceni, Zetti e outros do futebol internacional.



Siga o Twitter da SECOPA




Saiba quem são eles




Desenvolvimento PROCEMPA