Site de Porto Alegre 2014
Transparência na Copa

 
SECOPA - Secretaria Extraordinária da Copa de 2014
PMPA / SECOPA / Embaixadores da Copa

Jonas Eduardo Américo (Edu)

• Jonas Eduardo Américo, conhecido como Edu, nasceu em Jaú em 6 de agosto de 1949 e é um ex-jogador brasileiro. Em 1966, com apenas dezesseis anos, foi convocado para a Seleção Brasileira de futebol que disputou a Copa realizada naquele ano. Segundo ele conta, o motivo dessa convocação foi seu desempenho brilhante em apenas dois jogos, nos quais marcou gols contra o Bangu e Palmeiras. Voltaria a ser convocado em 1970 e 1974, mas com poucas chances. Jogou no Santos até 1977, quando foi transferido para o Corinthians. Após encerrar a carreira profissional, fez sucesso como um dos atletas da Seleção Brasileira de futebol categoria "masters". Foi o jogador mais novo a ser inscrito numa Copa do Mundo: 16 anos incompletos na Copa da Inglaterra, em 1966. Disputou 90 dos 92 jogos do Santos na temporada de 1972. Disputou em 1971, 74 jogos pelo Santos, sendo que nos anos de 1971 e 1972, foi o jogador mais atuante do elenco santista. Estreou no Santos com 15 anos, no Maracanã, contra o Botafogo. Edu considera seu segundo jogo com a camisa do Santos como inesquecível, foi pelo Rio - São Paulo de 1966, o Santos venceu o Bangu por 5 a 2, no Pacaembu. Edu relembra ter marcado 2 gols. O primeiro foi de falta, gol que ele considera o mais importante da carreira, pois "abriu todas as portas". No segundo ele driblou toda a defesa do Bangu. Começava a surgir o grande Edu, pois Pelé estava machucado e todos os olhos passaram a admirar o jovem Edu. Edu disputou 584 jogos pelo Santos (6º jogador que mais vestiu a camisa alvinegra, sendo superado apenas por Pelé, Pepe, Zito, Lima e Dorval). Foi ao lado de Pepe, o maior ponta esquerda da história do Santos Futebol Clube. Ele fez 183 gols com a camisa do Santos em 11 anos (média de 16,6 gols por temporada). É o sétimo maior artilheiro da história do Santos, ficando atrás de Pelé, Pepe, Coutinho, Toninho Guerreiro, Feitiço e Dorval. Títulos: Paulistas de (67, 68, 69 e 73, 77), Taça Brasil (65), Torneio Rio-São Paulo, Copa do Mundo pela Seleção Brasileira (1970).



Siga o Twitter da SECOPA




Saiba quem são eles




Desenvolvimento PROCEMPA