PMPA / SMURB / Viva o Centro / Conheça o Centro / Bens Tombados / Esquina Democrática

Esquina Democrática

End.: esquina Rua Andradas com Avenida Borges de Medeiros
Tombado: SMC - Secretaria Municipal da Cultura

A Rua da Praia é ponto tradicional de passeatas e manifestações desde o século XIX. Era o centro cívico, o ponto de reunião de políticos, de estudantes, o núcleo principal dos cafés, confeitarias e cinemas.

Foram muitos os episódios políticos ocorridos ali: uma manifestação popular promovida pela União Republicana em 1890 foi dissolvida a bala pelo exército, na esquina da Rua Uruguai, local muito próximo à chamada “Esquina Democrática”. Em 1915 uma manifestação contra a candidatura do Marechal Hermes da Fonseca ao Senado Federal foi combatida pela Brigada Militar com violência.

A Rua dos Andradas voltou a ser palco de luta em 1923, durante a Revolução que dividia o Estado, e em 1954, na morte do Presidente Getúlio Vargas, a multidão em fúria depredou jornais e casas comerciais que se localizavam na via.

Nos anos 70, a população elege a área como o espaço de seus encontros e manifestações públicas. Diversos grupos reúnem-se ali: músicos, peças teatrais, grupos étnicos e a mídia realiza seus levantamentos de opinião. Na mobilização da sociedade civil para as primeiras eleições diretas em 1982, o largo, palco e cenário de debates políticos e sociais, passou a denominar-se “Esquina Democrática”.


O largo denominado “Esquina Democrática” é composto pelo cruzamento da Rua dos Andradas e Avenida Borges de Medeiros, sendo delimitado pelos prédios Sulacap, Scarpini, Vera Cruz e Missões. Estrutura-se com potencial de articulação com outros espaços do centro da cidade, como a Praça Montevidéu, o Mercado Público, o Largo Glenio Peres, o Viaduto Otávio Rocha e a Rua 24 Horas.


Em 1999 foram efetuadas reformas no sentido de permitir o tráfego de veículos no período da noite, como forma de viabilizar o funcionamento da Rua 24 Horas, adjacente à Esquina.

O tombamento do espaço - efetivado em 17 de setembro de 1997 - visa destacar o passado político e democrático da área, consagrando-a com as funções de aglomeração humana na Área Central.

Referências:
http://www.portoalegre.rs.gov.br/cultura




» contatos
Liane Klein
(51)3289.8275

Desenvolvimento PROCEMPA