PMPA / SMURB / Viva o Centro / Conheça o Centro / Bens Tombados / Prédio 933/935/937/973

Prédio Riachuelo, 933

End.: Rua Riachuelo, 933/935/937/973
Tombado: SMC - Secretaria Municipal da Cultura

O prédio, erguido na antiga Rua da Ponte, uma das primeiras artérias do sítio que originou a cidade e que conta parte significativa da história da evolução da Capital, é um dos raros remanescentes da arquitetura colonial residencial com fachada eclética, datado do final do século XIX. É notável por sua solução arquitetural harmoniosa, por seu perfil verticalizado e pelas várias aberturas, frisos, sacadas e colunas, que lhe conferem um ritmo plástico singular.

A averbação mais antiga do imóvel é datada de 14 de maio de 1929, de uma certidão de partilha passada em 31 de dezembro de 1928, por herança de Maria Eulália de Amaral Ribas. Constam como adquirentes o desembargador Gomercindo Taborda Ribas.

O imóvel está implantado em terreno com topografia em aclive, ocupando toda a testada de 16,89 metros, desde o alinhamento frontal até dois terços do lote, e desenvolve-se em quatro pavimentos.

A planta baixa era tipicamente colonial, com disposição dos aposentos seguindo um padrão seqüencial de sala, dormitório e varanda, ficando a cozinha e o banheiro no térreo. O acesso interno entre os pavimentos era realizado por uma escadaria de madeira.

Foi reformado pela primeira vez em 1910 quando ganhou feições ecléticas. Posteriormente foram acrescidos dois cômodos nos fundos do 2º e 3º pavimentos e, em 1929, o 4º pavimento.

A fachada, decorada com elementos arquitetônicos neoclássicos desenvolve-se em quatro pavimentos. O primeiro, revestido por uma imitação de pedras aparelhadas, é constituído por cinco estreitas portas em arco pleno, emoldurados por frisos em relevo, de folha dupla com bandeira fechada por gradil de ferro e vidro.

Os vãos das janelas, com parapeito sacado, têm verga em arco pleno. As sacadas têm gradis de ferro trabalhado em desenho bombée frisado. Acompanhando as bacias das sacadas uma cimalha marca a transição do primeiro para o segundo pavimento.Este padrão de aberturas se repete até o terceiro pavimento.

No segundo pavimento, acima dos cinco vãos das janelas, a parede é decorada com almofadas em baixo-relevo. O enquadramento dos vãos é marcado por colunas planas e lisas, de capitéis coríntio-romanos. Sobre os capitéis, em toda a extensão da fachada, uma cimalha perfilada inspirada nas arquitraves clássicas marca a transição para o terceiro pavimento.

O terceiro pavimento possui meias-colunas em ordem dórica, redondas e de fuste canelado. A antiga platibanda acima do terceiro piso, com pequenas florzinhas em relevo, de gracioso efeito, serve como base para o 4° pavimento, que possui pé-direito mais baixo, com janelas quadradas e decoração menos evidente. Uma platibanda com balaustrada cega e um frontão em arco redondo arrematam o conjunto.

O uso residencial do imóvel manteve-se até a década de 60, quando foi alugado e transformado em hotel-pensão, inclusive com sublocação de cômodos, até transformar-se em cortiço e receber atividades comerciais nas salas da frente do 1º pavimento. Nos anos 80, o imóvel foi desocupado e passou a abrigar, informalmente, moradores de rua. A alteração de usos e a ação dos moradores das últimas décadas contribuíram para a deterioração interna do prédio.

Em 1996, o Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultura (Compahc) manifestou-se favorável ao tombamento do prédio, que ocorreu em 1997.

Foi o primeiro imóvel privado no país a ser recuperado com recursos do Programa Monumenta, iniciativa do Ministério da Cultura em parceria com Prefeitura e Caixa Econômica Federal (CEF). A obra iniciou em março de 2005 e foi concluída em dezembro do mesmo ano. Foram recuperados piso, ladrilhos e esquadrias internas. A fachada foi restaurada e suas cores originais preservadas.

Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Edif%C3%ADcio_%C3%A0_rua_Riachuelo_933
http://www.cultura.gov.br/noticias/noticias_do_minc/index.php?p=13066&more=1&c=1&pb=1
http://www2.portoalegre.rs.gov.br/cs/impressao.php?reg=48425&p_secao=3&di=2005-12-01

 




» contatos
Liane Klein
(51)3289.8275

Desenvolvimento PROCEMPA