PMPA / SMURB / Viva o Centro / Conheça o Centro / Bens Tombados / Chalé

Chalé Praça XV

End.: Praça Quinze de Novembro, sem número
Tombado: SMC - Secretaria Municipal da Cultura


O Chalé da Praça XV, localizado em frente ao Mercado Público, na Praça XV de Novembro, antiga Praça do Paraíso - ponto de grande importância para a cidade no século passado - é um dos mais tradicionais Bar Chopp Restaurantes de Porto Alegre.

Em 22 de agosto de 1884 foi prevista a construção de um quiosque, destinado à comercialização de sorvetes e bebidas. Em 1885 é concedida a primeira licença para ocupação do Chalé. Inaugurado em 22 de novembro do mesmo ano, o bar era freqüentado pela alta sociedade (principalmente de origem alemã), substituída, aos poucos, por boêmios e intelectuais que desembarcavam no terminal dos bondes.

Em 1909 foi construído um "pavilhão restaurant" em substituição ao velho Chalé. Em 1911, o Poder Público Municipal substituiu o antigo chalé de madeira por um prédio composto por estruturas inglesas de aço desmontável e vidros que vieram da Feira Internacional de Buenos Aires.

Em estilo bávaro, com traços art-noveau na decoração, principalmente nos gradis de ferro com motivos florais, o edifício manifesta a influência exercida pelo “Pitoresco” na arquitetura Eclética predominante no período, principalmente nos equipamentos relacionados ao lazer. A planta baixa em esquema radiocêntrico, a simetria das elevações e a referência ao chalé e ao quiosque, evidenciam a hegemonia desta tendência.

A edificação é composta de dois pavimentos em planta octogonal, mais subsolo e mezanino, totalizando 195,23m² de área construída. O pavimento térreo abriga o salão principal do restaurante e possui piso de ladrilho hidráulico decorado com motivos geométricos em branco, preto e cinza. Sobre a entrada principal, há um pequeno mezanino acessado por uma escada metálica móvel e sustentado por tirantes. O pavimento superior é constituído por um octógono menor com telhado de várias águas ornamentado com lambrequins, rodeado por um terraço com gradeamento metálico.

Os pilares, as decorações metálicas e os painéis modulares de madeira e vidro que compõem a fachada demonstram as inovações tecnológicas ocorridas na virada do século XX que influenciaram a arquitetura.

A segunda reforma aconteceu em 1971, após um incêndio.

O imóvel atravessou décadas como restaurante, passando por um processo de degradação que resultou na revogação do contrato com o permissionário em 19 de setembro de 1997.
Em 25 de junho de 1998, o Chalé foi tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal.

Com a restauração do mercado, a criação dos calçadões e a reforma dos terminais de ônibus, a região passou a ser revitalizada. O célebre Chalé da Praça XV, fechado a mais de dez anos, passou por uma reforma completa em 1999, custeada pelo Senac, novo permissionário, para abrigar um restaurante com cardápio típico da culinária gaúcha, a exemplo do que funciona no Pelourinho, em Salvador.

A reabertura do Chalé foi saudada por gaúchos ilustres, como o escritor Moacyr Scliar, freqüentador da casa desde o tempo dos bondes: "Este é um espaço afetivo na vida de Porto Alegre", resume.

Após dois anos de funcionamento o restaurante é fechado e o contrato rescindido. Neste mesmo ano, o prédio passa a abrigar o Restaurante Boccato, especializado em culinária regional e internacional com capacidade para 310 pessoas, incluindo a parte externa.

Referência:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Chal%C3%A9_da_Pra%C3%A7a_XV
http://www.guiadasemana.com.br/detail.asp?ID=4&cd_place=9241
http://epoca.globo.com/edic/19991213/soci4.htm
http://www.portoalegre.rs.gov.br/cultura




» contatos
Liane Klein
(51)3289.8275

Desenvolvimento PROCEMPA